Receita do Facebook cresce 59% no terceiro trimestre, turbinada por mobile

A rede social divulgou resultados financeiros comunicando vendas de US$ 3,2 bilhões.Publicidade móvel já representa 66% da receita total com anúnicios.

Os resultados financeiros do Facebook para o terceiro trimestre fiscal de 2014 bateram novamente as expectativas dos analistas. A empresa reportou receita de US$ 3,2 bilhões no período, o que representa crescimento de 59% sobre o mesmo trimestre do ano anterior.

A publicidade móvel já é 66% do total da receita com anúncios da rede social. O lucro da companhia foi de US$ 1,15 bilhão, ou 43 centavos por ação, acima dos 40 centavos por ação que eram esperados pelos analistas. O lucro líquido ficou em US$ 806 milhões, praticamente o dobro do resultado do ano passado, que foi de US$ 425 milhões.

A base de usuários cresceu 14% sobre o mesmo período de 2013, atingido 1,35 bilhão de contas, o que é 2,3% maior que no trimestre anterior.

Receita móvel

Os resultados consolidam a estratégia de monetização da audiência móvel do Facebook e também refletem as novas oportunidades de receita abertas pelo CEO da companhia, Mark Zuckerberg,  para além da sua aplicação principal, e incluem a criação de ad networks para vídeo e mobile e a consolidação da compra do WhatsApp por US$ 22 bilhões.

Comparado com outras empresas de internet, o Facebook continua as ser o "ligeirinho" em crescimento de receitas. O Google, por exemplo, cresceu 20% sua receita do mesmo trimestre, sobre o ano anterior, mas falhou em atingir as expectativas dos analistas ao apresentar queda no número de clicks em publicidade comparado com o mesmo período de 2013.

“Estamos vendo uma grande força no segmento mobile, tanto do ponto de vista dos usuários quanto do ponto de vista da publicidade", disse o CFO (Chief Financial Officer) do Facebook, David Wehner, em entrevista a respeito dos resultados. "Mobile continua a ser o grande elemento de engajamento com a audiência, bem como com a receita.”

Despesas em alta

As despesas da companhia continuam crescendo e mesmo as aquisições bilionárias ainda têm muito o que entregar. Segundo a rede social, o WhatsApp gerou receita de US$ 10,2 milhões, mas acumulou perdas operacionais de US$ 138,5 milhões.

Para manter a receita crescendo, o Facebook está gastando mais. As despesas totais da companhia foram de US$ 1,8 bilhão no trimestre, 41% acima do mesmo período do ano anterior